Pensando nos impactos que a produção de alimentos consumidos todos os dias causam no meio ambiente, alunos e professores de uma escola do interior de Fraiburgo, no Meio-Oeste de Santa Catarina, criaram um projeto agroecológico que promove o empreendedorismo rural e a agricultura familiar entre a comunidade escolar.

Mulher em uma horta colhendo alfaces em projeto agroecológico que ensina práticas de Agricultura Familiar e Empreendedorismo Rural
Horta da EEB Vinte e Cinco de Maio,= faz parte de projeto agroecológico que ensina práticas de agricultura familiar e empreendedorismo rural aos alunos – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom/Divulgação/Educa SC

No programa Educação e Saúde, transmitido nos canais do Educa SC, Agnaldo Cordeiro, gestor da Escola de Educação Básica (EEB) Vinte e Cinco de Maio, explica sobre o projeto agroecológico que inclui a plantação de uma horta de orgânicos e outras práticas sustentáveis.

Empreendedorismo rural

Uma parte das hortaliças cultivadas na horta da escola é consumida pelos alunos, enquanto a parte excedente da produção é comercializada na Feira da Agricultura Familiar, que ocorre todo sábado em Fraiburgo, e na Feira de Orgânicos Solidários, em Florianópolis.

A horta começou a ser plantada na unidade escolar em 2008, mas passou a se desenvolver somente em 2014 com a criação do Curso Técnico em Agroecologia. Atualmente, o curso faz parte do Novo Ensino Médio e atende estudantes de diversas cidades da região.

O espaço de 2.400m² possui um formato circular que remete ao Sistema Solar. Todos os cuidados são mantidos pelos alunos e professores da unidade de ensino, que realizam a limpeza, adubação e irrigação da horta.

Leia mais: Educação empreendedora: alunos desenvolvem produtos de higiene em escola de Imbituba

A iniciativa faz parte de um projeto pedagógico que inclui diversas unidades didáticas, como a criação de animais, o cultivo de uma horta com plantas medicinais e a horta de alimentos orgânicos, entre outras atividades.

De acordo com o gestor da unidade, Agnaldo Cordeiro, o projeto tem por objetivo ensinar os alunos sobre agricultura familiar e o empreendedorismo rural. “A horta e outras unidades produtivas da escola cumprem uma função pedagógica muito importante. O estudante consegue compreender todo esse ciclo, desde o plantio até a comercialização, no processo da gestão da pequena propriedade.”

Curso técnico

Segundo o diretor da EEB Vinte e Cinco de Maio, o curso técnico oferecido na unidade funciona por meio da pedagogia da alternância. Nessa metodologia, o estudante aprimora o seu aprendizado dividindo seu tempo entre a comunidade e a escola.

“Quando o estudante está na escola, ele traz saberes do seu local de origem para serem repensados. Quando ele vai à comunidade, ele também leva partes daquilo que aprendeu, como uma espécie de troca de conhecimentos e saberes”, explica Agnaldo.

Esse troca entre aluno e comunidade cumpre a função da escola e impacta o aprendizado dos alunos, na visão de Agnaldo. “A função da escola nesse processo é trazer o que se tem de saber científico e descontruir alguns mitos e processos. Ajudar na compreensão daquele saber popular, que é importante, mas ao mesmo tempo também precisa ser compreendido dentro das Ciências da Natureza, das Ciências Humanas, das Linguagens e da Matemática”, conclui.

Produção orgânica

Além de ensinar aos alunos práticas de agricultura familiar e empreendedorismo rural, o projeto pedagógico da EEB Vinte e Cinco de Maio estimula a produção orgânica e agroecológica dos alimentos e promove a alimentação saudável.

Na horta da unidade de ensino não há uso de fertilizantes químicos ou de agrotóxicos. A fertilização das hortaliças é feita com adubos naturais produzidos pela composteira da escola.

De acordo com a nutricionista Mariana Takahashi, a produção orgânica, quando incentivada na escola, tem um impacto positivo na vida dos estudantes e do meio ambiente.

“Os alimentos orgânicos têm uma produção que não envolve agrotóxico, respeitando o solo, a água e a produção direto da natureza. Tudo isso tem um impacto muito bom na agricultura orgânica, como também para a nossa saúde. As crianças quando têm contato com isso na escola, ela vai levar isso para o resto da vida dela”, explica a nutricionista.

Acompanhe a programação

O programa Educação e Saúde vai ao ar todas as quintas-feiras, a partir das 11h50 da manhã nos canais do Educa SC. Sintonize de acordo com a sua região:

– Joinville: 8.2 e 8.3

– Blumenau: 10.2 e 10.3

– Itajaí: 7.2 e 7.3

– Florianópolis: 4.2 e 4.3

– Criciúma: 25.2 e 25.3

– Chapecó: 10.2 e 10.3

– Joaçaba: 26.2 e 26.3

– Xanxerê: 3.2 e 3.3

Em televisão fechada é necessário fazer o contato com a operadora para liberação do acesso.