Ter boas práticas e ajudar a manter a cidade limpa é dever de todo cidadão. Descartar o lixo nos lugares adequados, ao invés de jogá-los na rua, é um ato simples que pode evitar com que bueiros fiquem congestionadas e causem problemas nas regiões.

Leia mais: Alunos de São Cristóvão do Sul aprendem sobre desastres naturais em experimento científico

Alunos fazem pinturas em bocas de lobo da região para conscientizar a comunidade
Alunos fazem pinturas em bueiros da região para conscientizar a comunidade – Foto: Marcos Felippi

Pensando na comunidade, os alunos da Escola de Educação Básica (EEB) Ruy Barbosa, em Timbó, envolveram-se com o projeto “O mar começa aqui” e realizaram a limpeza e uma intervenção artística nos bueiros aos arredores da escola.

Inspirada nas atividades feitas para celebrar o Dia da Água, ainda no mês de março, a professora e responsável pela Educação Ambiental de Timbó, Carla Soraya Groni, desafiou os alunos a criarem um projeto que pudesse envolvê-los com a comunidade local. Foi então que o projeto “O mar começa aqui” nasceu.

A escola, localizada no Centro da cidade, é próxima a um dos meandros do Rio Benedito. Devido a topografia do local, os arredores da unidade escolar contam com 23 bueiros no total, o que influenciou da decisão para a ação do projeto.

Orientados pelo coordenador do Novo Ensino Médio da escola, Marcos Felippi, os alunos participaram desde o início do planejamento, com reuniões com órgãos públicos locais, como a prefeitura, e até na divulgação dos resultados nas redes sociais.

Os participantes se dividiram em setores: alguns na limpeza; outros na medição do local. Os alunos artistas também projetaram os desenhos e realizaram as pinturas. Após o trabalho feito, as equipes de mídia também registraram e produziram vídeos com informações de conscientização para as redes sociais da escola.

As atividades do projeto foram acompanhadas também de assuntos abordados na sala de aula: na biologia, com o estudo da fauna e flora da região, que gerou a escolha das espécies que estariam nas pinturas; e na matemática, com a o uso de escala e proporção. “É impressionante como esse projeto é transdisciplinar, vai além do interdisciplinar.”, destaca o coordenador.

Alunos ajudam na limpeza de bocas de lobos em Timbó
Alunos ajudam na limpeza de bueiros em Timbó – Foto: Marcos Felippi

Para Carla, a presença de adolescentes em projetos como esse é essencial para gerar o envolvimento nos problemas na comunidade e para pensarem em criar soluções no bem comum. “Como o projeto é diferente e requer muita participação e ação, a expectativa de não fazer nada é completamente quebrada, causando interesse e atraindo pessoas. Essas pessoas irão contar sobre o projeto para seus amigos e assim nós podemos aprender a fazer o certo.” comenta o aluno Luis Carlos Gessner.

O objetivo do “O mar começa aqui” é levar a conscientização e chamar a atenção da população em relação à importância das bueiros e para entender que as atitudes do dia a dia podem impactar positivamente ou negativamente a região. “Não tem como evitar enchentes, mas pode diminuir os impactos e evitar enxurradas.”, explica Carla.

As ações positivas para a comunidade geram uma verdadeira corrente do bem. A atitude dos alunos da primeira série do Ensino Médio da EEB Ruy Barbosa fez com que, pelos menos, outras duas escolas da região também deem continuidade no projeto.