O turismo de aventura é uma das riquezas existentes em solo catarinense. Quem procura um pouco mais de adrenalina na corrente sanguínea durante as férias, encontra na biodiversidade do Estado várias oportunidades diversificadas, desde programas mais leves, como o arvorismo, até a intensidade de um salto de paraquedas.

turismo de aventura
O turismo de aventura em Santa Catarina possui diversas possibilidades – Foto: iStock/Divulgação/Educa SC

Leia mais: Estudantes realizam experiência sobre trocas de calor em laboratório de física

É perigoso?

Quem pensa que turismo de aventura envolve práticas perigosas, está errado. Muito mais do que apenas um esporte, trata-se de uma experiência completa que abarca desafios e sensações maravilhosas de superação e liberdade. Para os curiosos, mas que não querem se aventurar sozinhos, existem diversas empresas especializadas com profissionais experientes e capacitados para garantir adrenalina com total segurança.

Além disso, existem opções de atividades para todas as idades. A faixa etária indicada para a prática varia de acordo com a intensidade do exercício. Dessa forma, o turismo de aventura torna-se responsável pela segurança de quem as está praticando.

Conheça agora cinco opções para você aproveitar e se aventurar nas férias em cidades de Santa Catarina.

1. Rafting, em Santo Amaro da Imperatriz

 turismo de aventura
No turismo de aventura, o rafting é um dos esportes mais requisitados – Foto: iStock/ Divulgação/ Educa SC

O município de Santo Amaro da Imperatriz, próximo da Capital, é conhecido nacionalmente por ser um ponto de encontro para praticantes do rafting. Embarque em botes infláveis, remos, equipamentos de segurança e desça as corredeiras do Rio Cubatão.

Ao longo do percurso, sendo guiado por um instrutor especializado, você percorrerá de três a 14 quilômetros dentro do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro. O nível de dificuldade em cada trecho varia, existem partes para iniciantes e também para os experientes.

Além de ser um esporte de aventura, sua prática desenvolve habilidades pessoais, como liderança, união e trabalho em equipe.

2. Mergulho na Ilha do Arvoredo, entre Bombinhas e Florianópolis

MERGULHO
O mergulho é uma ótima prática para quem ama o mar – Foto: iStock/ Divulgação/ Educa SC

Entre Florianópolis e Bombinhas está localizada a Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. A área, desde 1990, é protegida para manter seu ecossistema e diversidade natural preservados. Para os amantes dos mares e animais aquáticos, o mergulho é uma opção perfeita.

Na área sul, na Ilha do Arvoredo, em meio às águas transparentes, corais coloridos e mais de 200 espécies marinhas, os mergulhos são realizados tanto de cilindro quanto de snorkel. Para participar não é necessário preparo físico. Apenas agendar o passeio com alguma empresa credenciada.

Leia mais: África: Semana Cultural é um caminho para o respeito a diversidade

3. Rapel

Rapel
O rapel é um dos esportes que mais dão adrenalina – Foto: iStock/ Divulgação/ Educa SC

Em Santa Catarina, não faltam lugares para a prática do rapel, são diversos paredões espalhados por todas as regiões do estado. Mas, com certeza, a parte da serra é um dos locais mais ricos para o esporte.

Em Urubici é possível descer pontos turísticos icônicos como a Cachoeira do Corvo Branco, Pedra da Águia e Cachoeira do Avencal. Para quem prefere subir ao invés de descer também dá para escalar em vários pontos – um deles é o Morro do Campestre.

Outra sugestão é a Cachoeira da Ressurreição, em Águas Mornas. São 35 metros de altura, em meio a Mata Atlântica preservada. Não precisa de experiências para praticar, crianças a partir de 12 anos já podem se aventurar.

4. Exploração de cavernas, em Botuverá

Parece ser um segredo, mas Santa Catarina tem cavernas e grutas abertas à visitação que podem ser exploradas em passeios guiados e seguros. Uma dessas maravilhas escondidas é a Caverna de Botuverá, no Vale do Itajaí.

Ela é a maior do Sul do país e possui cerca de 1,2 metros de extensão, divididos em salões ornamentais com lindas esculturas formadas pela água ao longo de milhares de anos.

5. Mountain bike, em São Miguel do Oeste

Mountain Bike
O Mountain Bike pode ser praticado por pessoas iniciantes e experientes – Foto: iStock/ Divulgação/ Educa SC

Quem gosta de pedalar por terrenos irregulares e cheios de obstáculos precisa visitar São Miguel do Oeste. A cidade é referência em Mountain Bike no Estado e já sediou vários campeonatos da modalidade. Por conta disso, possui estrutura especializada para quem quiser se aventurar por estes caminhos.

Desde trilhas bem demarcadas para passeios solo até expedições organizadas em grupo, existem opções para iniciantes e experientes, em cenários deslumbrantes.