Trabalhar com dados e ter a capacidade de analisá-los não é mais uma habilidade restrita a cientistas de dados ou profissionais da área de tecnologia, mas para todas as pessoas e profissões.

Segundo o Relatório Futuro do Trabalho de 2020 do Fórum Econômico Mundial, que mapeia os empregos e as habilidades do futuro, algumas competências como pensamento analítico, uso de tecnologia, criatividade e resolução de problemas estarão em alta nos próximos anos.

Na foto, é possível ver uma moça de costas olhando para o computador
Curso gratuito ensina alunos sobre como usar dados no dia a dia – Foto: Cidadãos de Dados/Divulgação/Educa SC

O estudo chama a atenção para aptidões que serão cada vez mais valorizadas no mercado de trabalho, e dá uma pista sobre qual caminho os jovens que estão se preparando para o primeiro emprego ou a escolha de carreira podem seguir.

Nesse contexto, um novo “idioma” se torna cada vez mais necessário para o futuro do trabalho. Ser fluente em dados é saber usar os dados de forma analítica ao ler, analisar ou comunicar, além de usá-los para as tomadas de decisões do dia a dia.

Aprenda sobre dados na prática

Para ajudar o máximo de pessoas a se tornarem fluentes nesse idioma essencial para o mundo digital, a organização Social Good Brasil lança a 1ª turma do curso on-line Cidadãos de Dados.

Na Grande Florianópolis, as inscrições estão abertas para estudantes do Ensino Médio público ou bolsistas da rede de ensino particular. São 30 vagas gratuitas e as inscrições podem ser feitas pelo site até o dia 5 de setembro.

Leia mais: 5 cursos gratuitos para quem está em busca de formação profissional

Durante o curso, os jovens vão aprender competências como ler, trabalhar e analisar dados, além de garantir ética, proteção e privacidade de dados e usá-los para gerar impacto positivo.

Para participar não é preciso ter conhecimento prévio e a formação de nível básico fornece o primeiro passo para quem quer se aprofundar no tema, preparando os jovens para os pré-requisitos de vagas de emprego de diferentes áreas.

Além disso, os vídeos terão legendas e tradução em libras. Ao todo, são 20 horas de curso. Ao longo de cinco semanas, os módulos serão liberados aos poucos e terão outros encontros ao vivo pelo Zoom.