O ano de 2021 é especial para o maior buscador do mundo, que completa 23 anos de existência. O Google, além de possuir o monopólio de nove em cada dez buscas feitas na internet, virou ao longo dos anos um celeiro educacional, disponibilizando diversas ferramentas que podem potencializar o ensino: tanto para alunos, quanto para professores.

Ferramentas do Google no computador
Ferramentas do Google podem otimizar a interação aluno-professor – Foto: Cristiano Estrela/Secom

Com a mudança repentina da rotina escolar para o âmbito digital por conta da pandemia do novo coronavírus, encontrar ferramentas práticas que ajudam na organização dos estudos aproximam os colegas e facilita a pesquisa de conteúdos, o que se torna essencial para o sucesso e aproveitamento escolar.

Leia mais: 4 aplicativos para ajudar nos estudos

Por conta disso, conheça dez ferramentas do Google que podem potencializar a sua experiência escolar, seja professor ou aluno. Confira:

1. Google Acadêmico

A ferramenta do Google Acadêmico é perfeita na hora de usar nas pesquisas para trabalhos, seminários e aulas. Nela é possível encontrar uma vasta biblioteca de literatura acadêmica como artigos, teses, dissertações, livros, resumos etc.

2. Google para a Educação

Esta inovadora solução tecnológica, chamada Google para a Educação, tem como objetivo mudar o ambiente da sala de aula, fornecendo para os alunos e professores um espaço virtual mais interativo. A ideia serve para engajar os alunos de forma criativa no processo de ensino e aprendizagem.

3. Google Agenda

Um espaço que possibilita a organização de uma rotina de estudos de forma prática e efetiva é o Google Agenda. Os alunos e professores podem, inclusive, marcar datas de provas e exercícios importantes de forma conjunta, totalmente on-line.

4. Google Earth

Estudos sobre a profundidade dos oceanos, relevos, florestas, desertos, cidades do planeta, todos podem ser potencializados com Google Earth, que proporciona imagens reais da Terra. Com ele, tanto o professor quanto o aluno, poderão navegar para além das fronteiras da sala de aula e viajar por todos os lugares do mundo.

Leia mais: Ensino híbrido: veja 3 principais vantagens desta metodologia

5. Google Sala de Aula

O Google Sala de Aula é, literalmente, o que o nome diz: uma sala de aula virtual. Nele, os professores podem criar turmas e tarefas, estipular prazos, aplicar notas e aproximar a comunicação com os alunos, principalmente durante todo esse período de pandemia.

6. Google docs, planilhas e apresentações

O Google tem uma estrutura completa para a realização de trabalhos escolares e fornece ferramentas para a criação de documentos, apresentações e planilhas. Nele, também é possível compartilhar seus processos com seus colegas e fazer trabalhos colaborativos. O bom é que os trabalhos ficam salvos automaticamente e acessíveis a todos que estão dentro do mesmo arquivo.

7. Google Sky

Nesta ferramenta, todas as informações e imagens sobre o universo estão disponíveis. O Google Sky é imperdível para os amantes de astronomia e meteorologia e pode auxiliar nas aulas de Geografia e Física.

8. iGoogle

No iGoogle é possivel criar uma homepage personalizada para organizar e-mails, eventos e documentos em um mesmo local. É interessante para alunos que procuram focar seus estudos em certa área ou matéria, já que consegue centralizar em um único lugar todas as informações.

9. Google Code University

Nesta ferramenta do Google Code University é possível aprender sobre ciências da computação por meio de conteúdos em licença Creative Commons, ou seja, liberada para uso.

10. Grupos do Google

Os grupos do Google são ótimos para organizar trabalhos em equipe. Lá é possível criar e participar de fóruns on-line e grupos baseados em interesses em comum.

E tem mais!

Apesar de ainda não estar disponível no Brasil, o Google lançou uma importante ferramenta este ano para facilitar a checagem de fatos. Por conta da crescente e assustadora onda das fake news que circulam na internet nos últimos anos, a partir de agora os usuários podem fazer a confirmação de dados diretamente na tela de busca do Google.

Desta forma, quando buscar sobre a veracidade de alguma notícia ou informação, o próprio Google irá informar se aquilo é real, mentira ou se está parcialmente certo. A novidade deve chegar em breve no país e, com certeza, irá auxiliar no combate à desinformação.