Encontrar bons aplicativos para estudar, fazer apresentações on-line e editar vídeos tem sido cada vez mais necessários para ajudar nos estudos. Para ajudar nesse rendimento, separamos três sugestões para auxiliar você na escola, observando os pontos positivos e negativos. Confira:

Na imagem aparece um menino estudando com celular na mão, ao lado de uma menina que se apoia nos cadernos
Uso de aplicativos nos estudos podem servir de ferramenta que apoia o desenvolvimento tecnológico do estudante – Foto: iStock/Divulgação/Educa SC

Canva

O Canva é um aplicativo queridinho com diversas opções para apresentações, criação de marca, currículo, vídeos e diversas outras funções. Em um mundo em que a imagem é sempre importante para atrair a atenção das pessoas, ter bom design é essencial.

Porém, muito mais do que criar artes para as redes sociais, o Canva é um recurso que aborda bem várias áreas em que um bom visual atrai, sejam mídias digitais ou físicas – de cartões de visita a cartazes enormes.

Leia mais: Carreira profissional: por onde começar?

Para quem não tem tanta intimidade com a área, ele tem templates com centenas de temas. Para quem sabe o que quer, ele deixa a pessoa à vontade para subir fotos e elementos visuais na plataforma e trabalhar livremente. Mas não se preocupe: é um programa on-line fácil de variar entre o computador e o celular, pois tudo fica registrado na nuvem.

Mas tem versão paga? Sim, há versão paga e recursos que ela oferece como uma boa biblioteca de fotos e elementos, mas como o Canva permite fazer upload de arquivos, você pode procurar na internet a figura e foto que quer para usar no programa.

Pontos positivos

  • Atende a diversos níveis de conhecimento em design;
  • É prático e intuitivo;
  • Tem bastante recurso;
  • É facilmente personalizável;
  • Tem versão on-line para computador e aplicativo para o celular;
  • Sem limite para uso dos recursos gratuitos.

Pontos negativos

  • Tem uma versão paga com mais recursos;
  • É melhor a edição pelo computador.

Duolingo

O Duolingo é uma plataforma de ensino de idiomas gratuito com as opções de aprender seis línguas diferentes, na versão em português. Seja no site ou pelo aplicativo, tudo começa com um sistema de nivelamento para entender o conhecimento do usuário e, a partir disso, iniciar a jornada.

São vários exercícios com metas diárias para um crescimento gradual e contínuo. Às vezes, pode parecer repetitivo, principalmente para quem já inicia em um nível de conhecimento, mas é por um bom motivo: garantir a fixação do conhecimento.

Leia mais: Primeiro emprego: tudo o que você precisa saber em cinco passos para construir um currículo

E um ponto importante desse método de repetições é que a pressa é a inimiga da perfeição. Sim, você pode finalizar todo o treinamento em um mês, mas não é o ideal, pois a absorção do conteúdo, principalmente em outra língua, é feito aos poucos. A ferramenta indica os níveis, mas o controle é por conta dos alunos, logo, é preciso saber parar.

Pontos positivos

  • Plataforma intuitiva e fácil de usar;
  • Aprendizado constante em inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e esperanto.
  • Diversos tipos de exercício conforme os níveis;
  • Curso para ser feito em longa duração.

Pontos negativos

  • Explicação dos conteúdos apenas em textos;
  • A repetição pode desestimular.

Movavi

Este é um dos aplicativos de vídeo mais conhecidos pelos entusiastas de smartphones. Com um visual simples e intuitivo, a versão gratuita do Movavi oferece recursos básicos e bem eficientes para quem quer começar a editar vídeos ou fazer trabalhos. Cortes simples, uso de música de fundo, colagem de figurinhas ou de textos, transições, entre outros recursos, tudo para vários formatos das redes sociais.

Pontos positivos

  • Simples de usar;
  • Todo em português;
  • Interface confortável;
  • Rápido e eficiente.

Pontos negativos

  • Os recursos pagos limitam muito o uso;
  • Não oferece muitos recursos avançados;
  • Marca d’água na versão gratuita.