Revisar as matérias escolares é muito importante para evitar o temido “branco” na hora da prova. Elaborar um resumo para destacar as informações mais importantes sobre os tópicos estudados em sala de aula é uma ótima maneira de fazer uma revisão e memorizar os conteúdos importantes.

Alunos fazendo um brainstorming de ideias em uma lousa branca, em uma sala de aula, técnica é utilizada para fazer resumos
Técnica conhecida como brainstorming pode ser utilizada para filtrar informações em um resumo – Foto: iStock/Divulgação/Educa SC

Confira 6 passos para fazer um bom resumo:

1. Faça uma primeira leitura do conteúdo

Para elaborar um bom resumo, faça primeiro uma leitura atenta do conteúdo que se pretende resumir. Nessa leitura, você deve analisar as informações e selecionar aquelas que considera as mais importantes.

Tenha em mente que um resumo deve ser breve e conciso. Desapegue dos detalhes e elimine as informações secundárias, aquelas que não possuem importância.

Para ficar mais fácil de identificar quais são as informações mais importantes, você pode sublinhar pontos principais do texto e destacar palavras-chave. Utilizar canetas marca texto coloridas nesse processo pode ser útil e ajudar no próximo passo, na hora de escrever o resumo.

2. Faça anotações

Após ler atentamente o conteúdo, chegou a hora de colocar a mão na massa. Releia o texto com as anotações sobre o que você entendeu com as informações mais importantes que identificou na primeira leitura.

O objetivo é filtrar essas informações e anotar possíveis dúvidas. Procure fazer as anotações com as suas próprias palavras, como se você estivesse explicando o conteúdo para você mesmo, e não se preocupe com a estrutura, pois essas anotações são apenas iniciais e servirão de base para o resumo final.

3. Faça um brainstorming

Uma forma eficaz de fazer anotações e filtrar as informações mais importantes é utilizar a técnica de brainstorming, palavra da língua inglesa que, em tradução para o português, significa “tempestade de ideias”.

O método pode ser aplicado de diversas formas e pode ter diferentes utilidades, sendo mais usado para estimular a criatividade e a solução de problemas desafiadores. Na prática, a técnica consiste em reunir as principais informações a respeito de um tema central.

Leia mais: Saiba como melhorar o seu desempenho escolar em 8 passos

4. Desenhe um mapa mental

Com as informações que você conseguiu filtrar utilizando a técnica de brainstorming, você pode construir um mapa mental: técnica utilizada para memorização dos conteúdos a partir da organização das informações.

O método pode ser uma ótima opção para diversificar os resumos e tornar o conteúdo mais atrativo, principalmente para os alunos que possuem a memória visual mais desenvolvida.

Na prática, a técnica consiste m reunir as principais informações a respeito de um determinado assunto de forma organizada para facilitar a compreensão e a fixação. Você pode optar pela utilização de desenhos, símbolos e cores, entre outros elementos, para tornar o seu mapa mental ainda mais chamativo.

5. Escreva à mão

Evite apenas ler e sublinhar partes do texto. Pesquisas indicam que anotar aulas e escrever resumos à mão desenvolvem o cérebro e ajudam a fixar melhor o conteúdo.

Além disso, desenvolver o hábito de escrever à mão pode ser útil para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), pois o estudante que pratica a escrita à mão encontrará menos dificuldades na prova de redação, que costuma provocar um friozinho na barriga dos candidatos.

Além disso, a ciência comprova que escrever à mão é um ótimo exercício para prevenir doenças degenerativas como o mal de Alzheimer.

6. Consulte seu resumo

Não adianta fazer um resumo para deixar guardado na gaveta. Tenha sempre seu resumo em mãos para consulta-lo toda vez que sentir necessidade. Uma dica para manter o seu resumo à vista é colar anotações em uma parede do seu quarto que costuma visualizar com frequência e sempre relembrar o que está escrito.