Viver é um ato político – foi o que os alunos da terceira série do Novo Ensino Médio e Ensino Médio Regular da Escola de Educação Básica (EEB) São João Bosco, de Apiúna, no Médio Vale do Itajaí, aprenderam em um projeto de cidadania trabalhado na aula de sociologia. No mês de outubro, os estudantes organizaram uma exposição para apresentar os resultados da atividade aos colegas.

Alunos do Novo Ensino Médio reunidos no pátio da EEB São João Bosco, de Apiúna, em Mostra de Projetos de Cidadania
Alunos realizaram uma exposição para apresentar as ideias desenvolvidas no Projeto de Cidadania da EEB São João Bosco – Foto: EEB São João Bosco/Divulgação/Educa SC

Leia mais: 5 dicas para potencializar a experiência de treineiro

O projeto de cidadania surgiu a partir de um exercício de observação proposto pela professora Juliane Bortese. Na dinâmica, os estudantes foram desafiados a identificar possíveis problemas de ordem social presentes no bairro, escola, comunidade ou município de Apiúna, e propor uma solução.

Inicialmente, os alunos foram orientados a se organizar em grupos para discutirem os problemas levantados pelos colegas e selecionarem um tema para trabalhar. De acordo com a professora Juliane, muitos grupos ficaram indecisos sobre qual tema escolher, pois perceberam que todas as pautas abordadas eram relevantes, porém optaram pelas que julgaram mais urgentes.

Após a escolha das pautas, os estudantes realizaram uma pesquisa bibliográfica e de campo para conhecer melhor o tema e se certificar junto à população sobre a relevância da atividade proposta. Outro passo foi a criação de um protótipo e, para isso, a professora Juliane incentivou a utilização de aplicativos para auxiliar os alunos na criação de maquetes e outros elementos para ajudar no desenvolvimento do projeto.

Para a professora Juliane, idealizadora do projeto, problematizar a realidade em atividades desenvolvidas em sala de aula é preparar os alunos para torna-los cidadãos capazes de compreender que a política vai além de votar e ser votado.

Leia mais: Paulo Freire: saiba quem foi o mais conhecido educador brasileiro

“A política faz parte das nossas vivências. A vida em si é um ato político, a proteção e o cuidado com o ser humano, do acesso aos serviços de saúde aos alimentos que colocamos na mesa, é fruto de decisões políticas”, afirma a educadora.

Ao final do projeto, no dia 27 de outubro, os estudantes apresentaram suas ideias na Mostra de Projetos de Cidadania. De acordo com a gestora da escola, Sueli Sasse, membros do poder executivo e legislativo do município de Apiúna foram convidados a visitar à exposição .

Estudante Gabriel Vieira e seus colegas apresentam maquete retratando sistema para escoamento de água da chuva em mostra de projetos de cidadania da EEB São João Bosco
O estudante Gabriel Vieira (centro) e seus colegas desenvolveram “boca de lobo” inteligente para escoar água da chuva e prevenir alagamentos – Foto: EEB São João Bosco/Divulgação/Educa SC

Gabriel Vieira, 18, aluno da terceira série do Ensino Médio na EEB São João Bosco, afirma que participar do projeto foi uma experiência positiva. O grupo de Gabriel trabalhou na criação de um sistema inteligente para escoar as águas das chuvas e prevenir enchentes.

O sistema chamado Boca de Lobo Inteligente conta com uma peneira, onde o lixo sólido fica preso, permitindo somente a passagem de água, evitando assim o entupimento das tubulações.

“Tivemos a oportunidade de pensar em melhorias para a minha cidade, onde em períodos de chuvas fortes existem vários pontos de alagamentos em diversas ruas. Achar uma ideia para solucionar esse problema foi incrível”, conta Gabriel.