Com uma geração que já nasceu imersa a tecnologia, os professores precisam desenvolver aulas cada vez mais criativas. Uma solução para este problema é diversificar o formato das aulas para atrair o interesse dos estudantes: é aí que entra a gamificação na educação, um novo método de aprendizagem onde os alunos aprendem jogando.

Professora contando história para alunos
Storytelling é uma forma de introduzir a gamificação na educação – Foto: iStock/Divulgação/Educa SC

Gamificação (ou ludificação, que envolve o brincar em sala de aula) é uma prática que emprega recursos utilizados em jogos eletrônicos em atividades comuns do dia a dia. O termo vem do inglês gamification e, apesar de existir desde a década de 70, na época vinculado às áreas de programação e desenvolvimento de softwares, tornou-se popular apenas a partir de 2021.

Na Secretaria de Estado da Educação (SED), a gamificação já é ferramenta utilizada no ensino desde 2014, aproximadamente. Nos ambientes corporativos, a tecnologia tem sido incorporada desde 2010.

Leia mais: Enem 2021: saiba como se preparar para as provas

Na educação, este método pode despertar a curiosidade dos estudantes e evitar a evasão escolar, cuja principal causa é a falta de interesse dos alunos. O objetivo é utilizar elementos que, normalmente, são vistos em jogos digitais como forma de estimular a competição e cooperação entre os indivíduos para resolver problemas, passar de fases e ganhar prêmios.

Além disso, a técnica é vantajosa pois desenvolve o gosto pelos estudos, ajuda a fixar o conteúdo e melhora as habilidades sociais dos estudantes. A gamificação na educação também é uma ótima ferramenta para combater o bullying nas escolas, pois nela os alunos são inseridos em um ambiente que estimula o convívio e a interação.

Veja dicas sobre como aplicar esta técnica em sala de aula:

Storytelling

O primeiro passo para inserir a gamificação na educação é apostar no storytelling. Esta técnica nada mais é do que a prática de contar histórias e acaba sendo um ótimo recurso para atrair a atenção dos alunos, pois desperta a curiosidade e estimula a criatividade.

Invista na contação de histórias para seus alunos, procure criar narrativas inspiradoras, empolgantes, encorajadoras e divertidas. Você pode incluir elementos visuais, criar diálogos e personagens para deixar as histórias mais emocionantes e fazer com que os estudantes se identifiquem com elas.

Recompensas

Desenvolver um sistema de pontuação e recompensas nas aulas é uma ótima maneira de introduzir a gamificação na educação, pois incentiva a competição saudável entre os alunos e aumenta a participação nas aulas.

Experimente criar desafios e recompensar os alunos que tiverem melhor desempenho nas atividades com bônus como medalhas, carimbos, notas ou alguma outra gratificação que beneficie os estudantes por seus esforços. Essa técnica faz com que os alunos se sintam valorizados e desenvolvam o gosto pelos estudos.

Jogos eletrônicos

Uma forma de introduzir a gamificação na educação é usando a tecnologia a seu favor, experimente incluir jogos eletrônicos, o famoso videogame, nas suas aulas. Essa técnica com certeza irá atrair a atenção de muitos estudantes, pois é mais divertido aprender jogando. Além disso, a prática ajuda a fixar o conteúdo com mais facilidade e desenvolve o raciocínio lógico nos alunos.