Uma das melhores coisas é preparar uma pipoca bem quentinha e sentar no sofá para aproveitar um bom filme, certo? Entre a correria de estudar para o vestibular e conciliar as outras partes da nossa rotina, às vezes não sobra tempo nem para isso. E se fosse possível juntar essas duas coisas?

Existem muitos meios de revisar conteúdos fora da sala de aula de forma divertida, entre eles filmes para estudar História
Existem muitos meios de revisar conteúdos fora da sala de aula de forma divertida, entre eles filmes para estudar História – Foto: iStock/Divulgação/Educa SC

Existem diversas formas de aprender e cada pessoa absorve melhor a matéria de um jeito diferente, mas quando falamos do ensino fora da sala de aula, muitos filmes e séries abordam temas super relevantes para agregar conhecimentos não só para o vestibular, mas para a vida.

Leia mais: Conheça 10 ferramentas do Google que ajudam na escola

Então, por que não transformar o lazer também em aprendizado? Nesta reta final, apesar da necessidade de descanso por conta da forte rotina de revisão e preparação para as provas dos vestibulares, mas pode fazer isso ainda absorvendo conteúdos de uma maneira leve e divertida.

Aprender e decorar todos os acontecimentos históricos pode ser uma tarefa difícil, já que é estudado a história de milhares de anos em apenas três séries do Ensino Médio. Felizmente, já foram produzidos centenas de filmes que tocam no assunto e que levam em sua bagagem alguns prêmios importantes, como o Oscar e o Globo de Ouro.

Por conta disso, separamos dez ótimos filmes que irão auxiliar você no estudo de história, dentro e fora da sala de aula. Confira!

1. A Onda

A Onda é um filme que todo mundo precisa assistir, principalmente nos dias de hoje em que a discussão sobre governos autoritários está tão em alta no mundo inteiro. O longa se passa em uma escola da Alemanha, onde os alunos têm que escolher entre duas disciplinas eletivas: anarquia e autocracia.

O professor Rainer Wenger é posto para dar a aula sobre autocracia e decide formar um governo fascista dentro da sala de aula. Os alunos dão o nome de “A Onda” ao movimento, escolhendo uniformes, saudações, símbolos e ideais. Só que o professor perde o controle da situação, pois os alunos começaram a propagar “ A Onda” pela cidade, se transformando em algo real.

É um filme que traz o questionamento de quão fácil é começar um governo autoritário quando você está do lado dominante.

2. Olga

Olga é um dos filmes mais importantes do cinema nacional, tratando de um período escuro da história do Brasil. O longa possui reconhecimento dentro e fora do país.

Começa em Berlim, no início do século 20, onde a jovem judia alemã Olga Benário é perseguida pela polícia e foge para Moscou, onde recebe treinamento militar e é encarregada de acompanhar o político brasileiro Luís Carlos Prestes que retorna para terras brasileiras.

Na viagem, enquanto planejam a Intentona Comunista contra o presidente Getúlio Vargas, apaixonam-se e viram parceiros de vida e política. Perseguidos, os dois têm que lutar pelo amor, sobrevivência e pelo o que acreditam para o país.

3. 12 Anos de Escravidão

O filme “12 anos de escravidão” é forte, mas necessário para pensar em temas como racismo e desigualdade no contexto dos Estados Unidos, principalmente levando em consideram a ascensão do tema em 2020 com os protestos do Black Lives Matter (Vidas Negras Importam).

O filme trata da história de Solomon Northup, um homem livre que vive em paz com sua família. A história se passa em 1841, época pré-Guerra Civil onde a abolição oficial da escravatura no país ainda não tinha acontecido.

Leia mais: Fato ou fake? A importância da alfabetização midiática nas escolas

Um dia depois de aceitar um trabalho em outra cidade, ele é sequestrado e vendido como escravo para dois senhores. O filme mostra a luta de Solomon durante uma década pela sobrevivência e liberdade, onde tem que superar as humilhações físicas e emocionais para continuar vivo e voltar para sua família.

4. A Lista de Schindler

O filme “A lista de Schindler” é um clássico do cinema que ganhou sete Oscars quando foi lançado e merece todo o “hype” que recebe. É um filme lindo, em preto e branco, que retrata a realidade do Holocausto de uma forma forte mas sensível.

Oskar Schindler é um comerciante no mercado negro, oportunista e sedutor, que se dava muito bem com o regina nazista. Ele, inclusive, era membro do Partido Nazista, o que lhe deu algumas libertações de prisão por conta de seus contatos.

No entanto, quando viu as atrocidades do regime de Hitler contra os judeus, ele conseguiu salvar mais de mil judeus dos campos de concentração por meio de sua fábrica, onde empregava essas pessoas.

5. O Jogo da Imitação

O Jogo da Imitação é um filme que traz à tona uma história muito importante para a contemporaneidade que muitas pessoas não imaginam, assim como temas como a homofobia.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico montou uma equipe secreta para quebrar o Enigma, famoso código que os nazistas usavam para enviar mensagens de ataque aos submarinos.

Um de seus integrantes é Alan Turing, um matemático de 27 anos que é profundamente focado no trabalho e não consegue ter relacionamentos pessoais e profissionais com quase ninguém. Apesar de todos os problemas, ele consegue liderar sua equipe e depois de muitos desafios consegue criar uma máquina que analisa todas as possibilidades do Enigma.

Nesse meio tempo, o governo britânico descobre que ele é homossexual e o obriga a tomar medidas drásticas que acabam com sua vida. A máquina de Turing foi a precursora dos computadores que temos hoje.

6. The Post

The Post conta a história da relação entre o jornalismo e a política e é muito importante para problematizarmos a crise que estamos passando hoje acerca da liberdade de imprensa. Esse filme pode ser muito útil na redação do Enem.

O longa conta a história do jornal local The Washington Post, que na época estava prestes a lançar suas ações na Bolsa de Valores. Ben Bradlee é o editor-chefe e sempre buscava por uma grande notícia que pudesse colocar o jornal em um alto patamar de concorrência.

Quando o The New York Times, um dos mais famosos jornais, começou com uma série de reportagens denunciando o governo norte-americano acerca da Guerra do Vietnã, com base em documentos sigilosos do Pentágono, o presidente Nixon decidiu processar o jornal.

Com a denúncia, os documentos caem na mão de Bradlee e ele inicia uma luta dentro da redação para tentar mostrar à seus colegas a importância da publicação e de defender o direito à liberdade de expressão.

7. Diário de motocicleta

Diário de motocicleta é um filme importante que retrata parte da história da América Latina da segunda metade do século 20. Polêmico, traz diversos questionamentos acerca da realidade que vivemos hoje e temas da geopolítica atual.

Che Guevara era um estudante de medicina que decide viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado. A viagem é realizada em uma moto que quebra depois de oito meses na estrada.

Os amigos começam a seguir viagem em caronas e caminhadas, conhecendo povos e lugares que nunca imaginavam que existiam. Em Machu Picchu, no Peru, a dupla chega em uma colônia de leproso e Che começa a questionar toda a sua vida e o progresso econômico da região. A partir disso, a sua trajetória muda completamente e ele decide que quer fazer uma diferença no mundo.

8. O Zoológico de Varsóvia

O Zoológico de Varsóvia é um filme sobre a Guerra, mas retratado com amor, compaixão e coragem. Passa em Varsóvia durante a Segunda Guerra Mundial e retrata a bela história de um casal que decide ajudar os judeus perseguidos pelos nazistas que estão isolados em guetos da cidade.

Antonina e seu marido observam o zoológico de Varsóvia atingir seu auge sob seus cuidados, mas com a chegada do regime nazista eles tem que tomar atitudes que não concordam. Porém, secretamente, começam a ficar ao lado da resistência com o intuito de salvar vidas.

9. Tempo Modernos

Talvez um dos maiores clássicos do cinema, Tempos Modernos é um filme que precisa ser visto por todas as pessoas. Estrelado por Charlie Chaplin, o longa retrata as dificuldades da vida dos trabalhadores comuns das fábricas na Europa, buscando se estabelecer como indivíduo em uma nova sociedade com inovações tecnológicas e contradições.

Carlito é um homem do povo que, de tanto trabalhar na mesma coisa, fica com problemas motores. O filme retrata as greves, os abusos e a vida dessas pessoas que só queriam um pouco de dignidade em existir.

10. Getúlio

Quem ama História do Brasil vai adorar esse filme que retrata os últimos momentos de vida de um dos mais importantes presidentes da história do país.

O longa mostra a intimidade da vida do presidente em seus 19 últimos anos de vida. Vivendo uma profunda crise política por conta das acusações que teria ordenado o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda, ele avalia os riscos até tomar a decisão de tirar a própria vida.

Um filme que fala sobre um indivíduo ,mas que retrata muito bem os momentos históricos em que o país estava passando na época.