A aprendizagem na prática é a melhor maneira de fixar um conteúdo, foi o que descobriram os alunos do Ensino Médio da Escola de Educação Básica (EEB) Cedrense, nas aulas de química. A unidade, localizada em Dionísio Cerqueira, divisa de Santa Catarina com o Paraná, possui um laboratório para que os estudantes aprendam conceitos essenciais da química com atividades do dia a dia.

Estudante Keli Cristine Disner, identificando teor de álcool na gasolina em experimento químico desenvolvido em aula prática de química da EEB Cedrense, de Dionísio Cerqueira. Experimento permite ao aluno aprender na prática conceitos essenciais da química
Estudante Keli Cristine Disner realiza experimento que identifica teor de álcool na gasolina – Foto: EEB Cedrense/Divulgação/Educa SC

De acordo com a professora Marli Salete Uliano Gattermann, as aulas práticas contribuem para a aprendizagem efetiva dos alunos. “As atividades experimentais permitem aos estudantes uma compreensão de como a química se constrói e se desenvolve.”

Os experimentos realizados pelos alunos da EEB Cedrense envolvem funções inorgânicas, determinação do pH de algumas substâncias, determinação do teor de álcool na gasolina, produção de sabão artesanal e plástico biodegradável a partir do amido da batata, identificação do carbono em compostos orgânicos, tipos de mistura, densidade, sublimação de iodo, identificação das digitais, entre outros.

Leia mais: “Meninas na Ciência”: uma alternativa para combater desigualdade na profissão

Aprender na prática estimula a busca por conhecimento

Segundo a professora Marli Salete Uliana Gattermann, a partir das aulas práticas, os alunos sentem-se motivados a buscar o conhecimento e desenvolvem habilidades como a investigação, observação, além da capacidade de analisar e concluir os experimentos realizados.

Professora de química da EEB Cedrense, Marli Salete Uliana Gattermann realizando experimento em aula prática de química
Marli Salete Uliana Gattermann, professora de química da EEB Cedrense – Foto: EEB Cedrense/Divulgação/Educa SC

Além disso, as experiências laboratoriais têm o poder de despertar a responsabilidade nos estudantes. “Os alunos apresentam um sentimento de empoderamento por estar no laboratório manipulando os materiais e reagentes”, afirma a professora.

Leia mais: Abordagem investigativa: 6 dicas de como trabalhar nas escolas

A estudante Keli Cristine Disner, 18, da terceira série do Ensino Médio da EEB Cedrense, acredita que aprender química na prática é uma forma benéfica de absorver o conhecimento sobre os assuntos repassados em sala de aula.

“Para mim, os passo a passo das experiências são incríveis, pois consigo entender e visualizar o que acontece para obtermos os resultados finais. Cada substância e material laboratorial me despertam um interesse muito grande, visto que sempre quero saber como, onde e como serão usados”, conta a jovem.