A Escola de Educação Básica (EEB) Dom Joaquim, de Braço do Norte, realizou, entre os dias 30 de junho e 01 de julho, a 6ª Exposição Científica, Tecnológica e Cultural da unidade com projetos feitos pelos alunos. A exposição reuniu cerca de quatro mil visitantes da comunidade escolar e da região de Braço do Norte.

Leia mais: “Aderbalcast”: alunos de Tubarão criam podcast escolar

Escola em Braço do Norte realiza a 6ª edição da Exposição Científica, Tecnológica e Cultural – Foto: Tarcísio Vanderlinde

Nos três meses que precederam a exposição, os alunos, professores e a equipe gestora da escola desenvolveram trabalhos com conhecimento científico e cultural. Foram exibidos desde poemas, com autoria dos estudantes, até o aplicativo que busca aprofundar os conteúdos da área de ciência da natureza e matemática em sala de aula.

O projeto que se destacou em primeiro lugar abordou os acontecimentos do Holocausto. Uma das representantes do trabalho sobre o Campo de Concentração Auschwitz II – Birkenau, Amanda de Bona Magio, da turma 302, acredita que a experiência foi um sucesso. “O que foi mais gratificante foi ver a emoção que os visitantes sentiram ao escutarem as apresentações”, comenta a aluna.

Além da apresentação desse período histórico, estudantes também partilharam seus trabalhos sobre horta escolar, energia sustentável, a cultura indígena e outros assuntos.

Para os dirigentes da escola, a exposição superou as expectativas e foi realizada com êxito. “Uma exposição científica, tecnológica e cultural tem a missão de educar, formar, inserir e somar. Tendo como objetivo popularizar a ciência e ser um instrumento de transformação social.”, acrescenta o diretor Tarcísio Vanderlinde.