Pequenos gestos fazem a diferença e desenvolvem a empatia. É isso que os alunos dos Anos Finais do Ensino Fundamental da Escola de Educação Básica (EEB) Professor José Rodrigues Lopes, de Garopaba, no litoral Sul do Estado, estão aprendendo nas aulas de inglês.

Desenho feito por aluno da EEB Prof. José Rodrigues Lopes, em projeto de inglês sobre solidariedade e empatia
Alunos decoraram salas de aula da EEB Professor José Rodrigues Lopes com mensagens acolhedoras para receber colegas do grupo de risco no retorno às atividades presenciais – Foto: EEB Prof. José Rodrigues Lopes/Divulgação/Educa SC

“Ajudar o próximo é um dos atos mais bondosos que podemos realizar. Ao sermos solidários não imaginamos o quanto isso pode refletir ao nosso redor”, afirma a professora de Língua Inglesa, Adriana Regina Tomé.

A educadora, junto com a pedagoga Graziela Machado e os alunos do sétimo, oitavo e nono ano do Ensino Fundamental da EEB Prof. José Rodrigues Lopes, desenvolveu um projeto escolar que estimula a empatia e a solidariedade entre os estudantes.

O projeto A Welcoming World in Pandemic Times, em português “Uma Palavra Acolhedora em Tempos de Pandemia” foi elaborado com o objetivo de sensibilizar os alunos e incentiva-los a transmitir uma palavra de conforto aos colegas que fazem parte do grupo de risco e não podem frequentar a escola, tendo suas aulas no sistema 100% remoto.

Leia mais: Como incentivar o cuidado da saúde mental nas escolas?

Na primeira etapa do projeto, os alunos que já retornaram às atividades presenciais gravaram vídeos com mensagens reconfortantes e enviaram para os colegas por aplicativo de mensagens. Na próxima etapa, quando for seguro o retorno às aulas presenciais, os estudantes do grupo de risco serão recebidos com frases de incentivo.

Para receber os estudantes que vivem em situação de risco social devido a pandemia do coronavírus, os estudantes da EEB Prof. José Rodrigues Lopes decoraram as paredes da unidade de ensino com desenhos e palavras solidárias.

De acordo com a professora Adriana, o projeto é uma forma de integrar todos os estudantes, dando ênfase ao amor ao próximo. “Apesar do momento de crise que o mundo vem enfrentando, boas ações podem ajudar a tornar tudo mais leve, atitudes assim desenvolvem a empatia, melhoram nosso bem-estar e renovam a esperança em um mundo tão necessitado de solidariedade”, destaca.

Estudante Yasmin Bernardo de Araújo, com colegas em sala de aula da EEB Prof. José Rodrigues Lopes
Aluna Yasmin Bernardo de Araújo aprendeu o significado de empatia no projeto Uma Palavra Acolhedora em Tempos de Pandemia – Foto: Arquivo pessoal/Divulgação/Educa SC

Yasmin Bernardo de Araújo, 12, aluna do sétimo ano do Ensino Fundamental, conta que aprendeu o significado de empatia enquanto trabalhava no projeto. “Com a pandemia e a quarentena todos nós ficamos muito sensíveis, achei um projeto legal para animar e desejar coisas boas ao próximo, acho que é importante se colocar no lugar do outro.”