O estudante catarinense Vitor Miguel Redlinski, do segundo ano do Ensino Médio da Escola de Educação Básica (EEB) Professor Júlio Scheidemantel, de Timbó, no Vale do Itajaí, conquistou uma medalha de ouro e uma de prata no Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Atletismo Sub-18.

Atleta correndo em pista de corrida
Vitor Miguel Redlinski conquistou medalha de prata nos 1.500 metros rasos e ouro nos 3.000 metros rasos – Foto: Carol Coelho/CBat/Divulgação/Educa SC

A competição ocorreu em São Paulo, na última semana de agosto. Na sexta-feira (27), o estudante alcançou o segundo lugar na prova dos 1.500 metros rasos, vencendo a medalha de prata. Já no domingo (29), obteve a primeira colocação na prova dos 3.000 metros rasos e ganhou a medalha de ouro.

Leia mais: Estudante catarinense vence campeonato de surf em Garopaba

A vitória é uma conquista importante na trajetória do atleta que participa de competições desde 2017 e hoje conta com seis títulos, todos obtidos em torneios estaduais. “Desde pequeno tive uma chama pelo esporte. Iniciei no futsal, mas aos 11 anos me descobri no atletismo, mais precisamente na corrida. Com as instruções do grande mestre, Carlos César Morastoni, estamos aqui”, comemora Vitor.

Lançamento de Dardo

Além do aluno Vitor Miguel Redlinski, a EEB Professor Júlio Scheidemantel também teve mais um estudante que participou do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Atletismo Sub-18, representando Santa Catarina. O atleta Alex Yuri Boher,16, alcançou o quinto lugar na modalidade lançamento de dardo.

Atleta em pé, usando máscara, na frente de uma parede com o slogan do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Atletismo Sub-18
Alex Yuri Boher alcançou a marca de 55,14 metros na modalidade lançamento de dardo e tornou-se o quinto melhor atleta brasileiro Foto: Arquivo pessoal/Divulgação/ Educa SC

“Fiquei muito feliz com meus resultados, trabalhei com o pensamento de fazer o meu melhor, fazer minha melhor marca e cumprir meus objetivos, que era lançar 55 metros”, conta Alex.

O estudante alcançou a marca de 55,14 metros com o dardo de 700 gramas e conseguiu bater o próprio recorde, tornando-se o quinto melhor atleta do Brasil. O foco do esportista agora é o Campeonato Sul-Americano de Atletismo Sub-20, que irá acontecer na cidade de Cáli, na Colômbia, em 2022.